473,978 notes   |   reblog
No meu caos sentimental eu me calo, minhas ideias se contradizem desenhando um círculo perfeito no meu peito, um copo, um buraco, um ponto final. Permaneço ali calada com os braços dispostos para trás, embriagada no meu desequilíbrio mental. Ao meu redor não há janelas. Quando olho para cima, um outro círculo perfeito, o avesso de mim. Mais adiante a imagem catatônica de um céu repleto de estrelas, que traçam a quilometragem infinita entre meus sonhos e a realidade concreta da solidão. Dramático? Pode ser. Talvez eu carregue no meu sangue o minimalismo melancólico de Pujol e nas paredes de concreto do seu tórax somente consiga projetar meus dramas pessoais. E quem sabe, enquanto você se ajeita na cadeira do cinema da praça central, eu encontre, no meu abismo redondo, uma estrela mais brilhante que interprete minha alma sem críticas sentimentais.
Elisa Bartlett   (via nevou)

(Source: oxigenio-dapalavra, via nevou)

Te desejo uma noite de insônia cheia de lembranças minhas.
Tati Bernardi (via nevou)

(Source: messsed, via nevou)

Então você se apaixonaria por mim como todas as outras. Eu elevaria teu coração aos pés do universo só para retornar e devolve-lo cheio de buracos, assim mesmo, com a cara mais lavada. Eu sou assim garota, e ainda estou tentando me entender. Não se dê o trabalho. Eu poderia lhe dizer aquelas doces mentiras, contudo estou tentando salvar o que resta de bom homem em mim, tentando lhe poupar. E depois de tudo isso talvez você volte pra me ouvir dizer que eu apenas queria saber se você me daria uma segunda chance, mesmo que ainda estivesse se questionando se eu realmente merecia a primeira. E acredite não se trata de ego, mas sim de insegurança, você sabe que eu nunca me senti suficiente. Como aquela vez que tuas amigas te viram chorar e disseram o quanto eu era babaca e que o mundo era de fato uma terra cheia de outros caras legais, que se você tivesse a chance de conhecer os amaria mais que do que a mim, mas a gente nunca conhece, não é mesmo? E agora nos encontramos na porta da sua casa, as mesmas lágrimas lhe percorrem o rosto, só que agora por outros motivos. Você me beija enquanto os relógios soam meia noite, e eu lhe digo, melhor se apressar ou vai perder o encanto. Você sorri, e me beija. Enquanto eu revelo pro meu coração frases do tipo, vai ver é isso mesmo, o amor lhe escorre pelos olhos enquanto a gente afoga a saudade num beijo.

(Source: caosdapalavra, via n0w4d4ys)

É você que eu amo não vou negar, juro que não queria te magoar, duvido que isso só aconteça com a gente, você é uma droga e eu sou dependente

(Source: retruso, via ladinhaas)

27,024 notes   |   reblog
2,736 notes   |   reblog
3,168 notes   |   reblog
1,978 notes   |   reblog
Habitat natural: Cama
E então, ali estava eu, entediado e frustrado com a vida, deitado na cama e fumando o último cigarro que havia na carteira e olhando para o teto, enlouquecendo a cada badalada do relógio, pensando em absolutamente nada e esperando apenas o tempo passar. Ou esperando acontecer algo surpreendente que pudesse me dar ânimo para continuar vivendo em meio àquele imenso manicômio global.

(Source: desalentou, via diario-de-um-amor-eterno)

17,808 notes   |   reblog
320 notes   |   reblog
Eu me preparei tanto para viver que fiquei no rascunho.

(Source: resigno, via diario-de-um-amor-eterno)

A snazzyspace.com Theme A snazzyspace.com Theme
Tumblr Mouse Cursors